domingo, 13 de outubro de 2013

BD E HISTÓRIA DE PORTUGAL (4) - AS APARIÇÕES EM FÁTIMA

Que estranho fenómeno aconteceu em Fátima a 13 de Maio de 1917, fenómeno esse que se seguiu, sempre pela mesma data, até 13 de Outubro, então numa manifestação espectacular, quiçá também assustadora, ante o testemunho de uma incontável multidão?
Atribuir tal a uma ousada fabricação "made in Vaticano" e que o 13 de Outubro foi uma "alucinação colectiva"(?!), parece um pensar demente. A própria Igreja Católica andou com um certo pânico nos primeiros tempos... Não haveria, no Vaticano, cérebros tão "avançados" capazes de idealizar e pôr a funcionar tamanha encenação.
Que a mãe de Cristo se tenha incomodado a vir dar uma mensagem a três pastorinhos analfabetos (os irmãos Jacinta e Francisco, mais a prima Lúcia), é altamente perturbante!.. E isso, obviamente, provoca-nos uma data de questões pertinentes às leis da Cristandade e à própria Divindade Criadora...
Outros, ditos investigadores e muito próximos da ficção científica, afirmam que as aparições em Fátima foram abordagens de extraterrestres que os famosos pastorinhos na sua ingenuidade, tomaram pela Virgem Maria, tanto mais que, parece, só Lúcia é que via e dialogava com a aparição...
Fosse o que fosse, de 13 de Maio a 13 de Outubro, sempre neste dia, de 1917, algo de muito enigmático terá acontecido em Fátima. O que foi?! Nenhuma opinião, seja de católicos seja de ateus, acerta com alguma certeza. Depois, claro, o Vaticano e outras correntes cristãs aproveitaram-se disso e no que se tem vindo a dar através dos tempos. Até os islâmicos tentaram aí meter o bedelho, embora sem resultado algum.
O Cinema abordou algumas vezes este fenómeno das "Aparições", a saber: em 1951, o espanhol Rafael Gil realizou "Nossa Senhora de Fátima" (La Señora de Fatima); em 1952, foi a vez dos norte-americanos com o filme "Milagre de Fátima" (The Miracle of Our Lady of Fatima), com realização de John Brahm; em 1991, tocou a vez aos franceses com "Aparição", uma coprodução luso-francesa realizada por Daniel Costelle; depois, em 1997, "Fátima", por Fabrizio Costa, que pode ser considerada uma co-produção de Portugal com a Itália, contando com os nossos actores Joaquim de Almeida, Catarina Furtado e Diogo Infante. 
Um filme português que classificamos de "tangente" ao tema, foi realizado em 1943 por Jorge Brum do Canto, "Fátima, Terra de Fé".
Também a Banda Desenhada não ficou alheia a este inexplicável acontecimento. Até ao momento, conseguimos apurar as seguintes versões:

1 - A 12 de Abril de 1962, a revista belga "Spirou" n.º 1252, publicou em quatro pranchas, sob argumento de Octave Joly e arte gráfica de mestre Eddy Paape, LE SOLEIL DANSE A FATIMA, versão que, cremos, se mantém inédita em português.
 
"Le soleil danse a Fatima" por Eddy Paape e Octave Joly ("Spirou" belga, nº. 1252)


2 - FÁTIMA, em quatro pranchas, com argumento de Yves Duval e traço de Fernand Cheneval, publicada no n.º 15 da revista "Pisca-Pisca" (Maio de 1969) e, posteriormente, no n.º 448 do "Mundo de Aventuras", a 13 de Maio de 1982, com capa de Augusto Trigo.

 
Pranchas 1 e 4 de "Terra eleita de Nossa Senhora - Fátima",
por Yves Duval e Fernand Cheneval ("Mundo de Aventuras", nº. 448)


3 - FÁTIMA, álbum editado pela extinta Futura, com 24 pranchas a preto-e-branco, sob o magnífico traço do nosso saudoso mestre da BD, Eduardo Teixeira Coelho.
 
"Fátima", por Eduardo Teixeira Coelho (Editorial Futura, 1985)


4 - As Éditions du Signe publicaram, em 1992, o álbum "Fatima - Les Petits Bergers de Notre-Dame" (Fátima - Os Pastorinhos de Nossa Senhora), com texto das Missions Consolata, desenho do italiano Carlo Marcello e cor de Isabelle Rognoni.

 
Capa e prancha inicial do álbum "Fatima - Les Petits Bergers de Notre-Dame"
(Éditions du Signe, 1992)

5 - Artur Correia (desenho) e António Gomes de Almeida (argumento) também incluíram este episódio no segundo tomo da História Alegre de Portugal.
 
 História Alegre de Portugal II, de Artur Correia e António Gomes de Almeida
(Bertrand Editora, 2003)

6 - A canadiana (de origem indiana) Mitchelle de Souza, continua a produzir, desde Agosto de 2010, uma banda desenhada, em estilo mangá, sobre esta temática. Neste momento tem publicadas no seu blogue fatimakids.com cerca de 50 pranchas.

 
Pranchas 1 e 43 de "The Fatima Story", de Mitchelle de Souza

7 - De autor desconhecido temos "El milagro de Fátima", uma versão em duas pranchas, produzida no México e publicada no Equador, que encontrámos aqui e que a seguir reproduzimos, com a devida vénia.

 
"El Milagro de Fátima"

8 - De autor não identificado (embora, pelo texto se perceba que se trata de uma edição brasileira), existe uma versão a preto e branco, que pode ser consultada aqui .


 
Pranchas 1 e 23 de uma história cujo autor não conseguimos identificar


9 - O italiano Giosuè Tacconi desenhou, em quatro pranchas, (sob argumento de Robero Lanzilli) para as edições Renoir Comics de Milão a história "I Pastorelli di Fatima" (que pode ser vista no seu sítio na net).


 
Pranchas 1 e 3 de "I Pastorelli di Fatima", de Giosuè Tacconi e Robero Lanzilli
(Edições Renoir Comics)

Haverá, certamente, outras versões BD sobre este extraordinário acontecimento, espalhadas pelas muitas publicações cristãs que existem pelo mundo, mas seria de todo impossível apresentarmos tudo o que existe. 
Algumas dessas versões podem ser vistas no excelente blogue de Jorge Magalhães (ogatoalfarrabista.wordpress.com), que também dedicou um post a esta temática.
Fica este registo, 96 anos depois de ter ocorrido a última das "aparições".

4 comentários:

  1. O episódio «Fátima - Terra escolhida de Nossa Senhora» foi originalmente publicado no Pisca-Pisca nº 15 de Maio de 1969. Também foi publicado o álbum «Fátima - Os pastorinhos de Nossa Senhora» editado pela Éditions du Signe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caríssimo Amigo:
      Muito obrigado por estas suas amáveis informações.
      Um grande abraço
      Luiz Beira

      Eliminar
  2. Aqui: http://asleiturasdopedro.blogspot.pt/2010/10/as-aparicoes-de-nossa-senhora-aos.html, está mais uma 'Fátima aos quadradinhos'...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, Pedro, por esta dica. Não conhecia esta versão, confesso. É mesmo um álbum "imprevisível e difícil de obter", como diria o Lino :)
      Se não vires inconveniente, gostava de "sacar" as imagens e a informação básica deste álbum para acrescentar neste post (deixando, claro, o link para o teu post). Pode ser?
      Grande abraço
      Carlos Rico

      Eliminar